Los Domenicos: Cultura, Arte e Artesanato

Localizado na setor oriente de Santiago, na cidade de Las Condes, o complexo histórico mantém as características da época colonial.

O pueblito Los Domenicos é de fácil de acesso, você pode ir de carro e utilizar o estacionamento do local ou de metro, descendo no final da linha 1 (Estação Los Domenicos).


No local você encontra no centro a Igreja San Vicente Ferrer, declarada patrimônio nacional em 1983. Nas laterais funcionam, o Centro Artesanal, Centro Cultural e novíssimo Museu de Cera de Las Condes, inaugurado em Agosto de 2019.

O local possuí uma história muito rica e de grande importância para a cultura chilena.

Em 1544, Pedro de Valdivia, governador do Chile, entregou essas terras a Enés de Suárez. Desde então, até meados do século XVII, o local teve muitos proprietários, a primeira concessão de terras foi para a sra. Inés de Aguilera, a segunda para don Juan de Ureta e as duas últimas para o filho de Juan Bautista Pastene, que vendeu a propriedade em 1732 a José Ignacio Santa Cruz. Mais tarde, em 23 de maio de 1767, a sra. María Antonia de Portusagasti comprou o local, casada com Don Juan Cranisbro. Ambos foram grandes benfeitores da Ordem dos Padres Dominicanos.



O casal cuidou muito bem da propriedade, que possuía uma das melhores bibliotecas do Chile. Ele construiu uma pequena capela em memória de seus dois únicos filhos tragicamente falecidos, decorada com pinturas, móveis de ébano e madrepérola, luminárias de prata, tapetes e cortinas finas do Chile.


Dona Antonia morreu no final do século XVIII e Don Juan em 1803. Na época da morte, deixou um testamento em que doava sua casa e arredores, com a capela e todas as ferramentas, móveis, ornamentos, etc. correspondentes à Ordem. dos Padres Dominicanos, acrescentando uma renda para manter o lugar. A condição que ele estabeleceu foi fundar uma casa de exercícios e ensino para agricultores na área de Apoquindo.


Esta casa e igreja estão cheias de lembranças e histórias do passado colonial. Durante a Independência, Manuel Rodríguez e seus amigos fizeram deste o lugar favorito para se esconder, e mais tarde Barros Arana, Balmaceda e outros também o escolheram como refúgio.


Já no século XX, em 1979, o Sr. Gonzalo Beltrán Repetto projetou e fundou a comunidade "Llaverías de Belterra", que mais tarde foi chamada "Pueblito los Dominicos". As antigas e históricas construções de estábulos e vinícolas que existiam ao lado do templo foram usadas para construir um conjunto de arquitetura simples com 27.000 metros quadrados. As pequenas casas da vila foram construídas com barro e palha, de acordo com os costumes locais. O projeto chegou à sua consolidação em 1983, quando a igreja foi declarada Monumento Nacional e seus arredores considerados uma área típica e patrimonial. Mais tarde, o local foi administrado pelo empresário Fernando Bórquez.



Esta cidade em escala real abriga hoje um grande número de artesãos e artistas que vendem e preparam suas criações perante o público. Os trabalhos, feitos inteiramente à mão, representam cada uma das regiões deste vasto país.

Atualmente e sob a administração da Corporação Cultural do município de Las Condes, foi implementado um projeto de desenvolvimento que envolve artesanato, história, teatro, artes visuais, música, gastronomia e tudo relacionado à disseminação das tradições chilenas. Dessa forma, a pequena cidade que nasceu abrigando alguns artesãos, hoje é conhecida como o Centro de Artesanato Los Dominicos e é um dos lugares mais tradicionais do país e uma visita obrigatória para estrangeiros e turistas.








🇨🇱 Ubicado en el sector oriente de Santiago, en la Comuna de Las Condes, el complejo histórico conserva las características de la época colonial. El pueblito Los Domenicos es de fácil acceso, puede conducir y usar el estacionamiento en el lugar o el metro, justo bajando la línea 1 (estación de Los Domenicos).


En el centro encontrará la Iglesia de San Vicente Ferrer, declarada patrimonio nacional en 1983. A los lados del edificio se encuentran el Centro de Artesanía, el Centro Cultural y el nuevo Museo de Cera Las Condes, que se inauguró en agosto de 2019.


El lugar tiene una historia muy rica y de gran importancia para la cultura chilena.

O conteúdo que interessa por Douglas Ferreira e Hugo Alencar. Estilo de Vida; Mindfullness; Arquitetura; Gastronomia; Entretenimento; Moda; Cultura e Tecnologia.

 

A revista Jurerê é hipersegmentada para o público de alto padrão.

logo-hd-png.png
ed14site.jpg

Clique na capa para fazer o

download da edição desejada e boa leitura!

capa-media.jpg
capa12site.jpg
ED11mini.jpg
ED10-capa-web.jpg
JM9low.jpg