Empresa de Florianópolis cria adesivo que evita choques de cães e gatos contra vidros

Lucro com a venda produto, desenvolvido pela Película Chic, é revertido para a causa animal


Com a convivência cada vez maior entre humanos e seus animais de estimação dentro dos lares, crescem também as ocorrências de acidentes domésticos – ainda mais em tempos de pandemia, quando a permanência dos tutores em casa deixa os pets agitados. Entre os casos que mais preocupam estão os choques de cães e gatos contra vidros de portas e janelas, que podem causar lesões graves e sequelas.

A situação chamou a atenção da empresária e apoiadora da causa animal Eloiza Besouchet, da Película Chic, de Florianópolis. Ela criou uma solução simples, que vem resolvendo o problema:  uma faixa de segurança adesiva.


A ideia surgiu por um acaso. “Na aula de yoga, o cachorrinho da nossa professora vivia se batendo contra a porta de vidro. Como tenho uma loja de películas, pensei em criar uma faixa com motivos pet e instalar na parte de baixo da porta, para proteger o nosso mascote Kiko”, conta. Surgia aí o embrião da ideia.


De fato, depois de pesquisar e se aprofundar sobre o assunto, Eloiza descobriu que o problema era mais comum do que imaginava. “A visão dos cães é parecida com a nossa. Eles batem nos vidros porque muitas vezes não os enxergam, assim como acontece com os humanos. O que fiz foi desenvolver uma faixa para ser colocada na altura dos olhos dos animais para que enxerguem que o vidro é uma barreira física e não tentem atravessar”, explica a empresária.


“Vi nessa linha de produtos uma oportunidade de ajudar os tutores de cães com o mesmo problema, com uma solução simples e acessível a todos”, conta. Todo o lucro com a comercialização das faixas de segurança para vidro pet é repassado para o Projeto Bredog, das protetoras Lílian Keli e Priscila Fernandes, que resgatam, cuidam e encaminham animais para adoção responsável há mais de 10 anos em Florianópolis.


A professora de yoga de Eloiza, Sarah Clotworthy, até hoje comemora os benefícios do produto. “O meu cãozinho Kiko vivia batendo com a cabeça nas duas portas de vidro que tenho em casa. Foi só colocar a faixa que ele parou. Agora tenho um outro pet, o Keny, que também já aprendeu”, afirma.


Professora de yoga Sarah Clotworthy, Keny (branco) e Kiko

Entre identificação do problema, pesquisa, criação, especificação e publicação dos produtos na loja virtual foram quase 12 meses de trabalho.  A pesquisa ajudou ainda a descobrir que, assim como os cães, gatos também se chocam contra superfícies de vidro, mas por motivos diferentes. Os gatos costumam espreitar presas que estão do lado de fora da casa para caçá-las, como pássaros e insetos, e também acabam se chocando contra os vidros. Testes realizados com o produto demonstraram que a instalação da faixa ajuda na visualização do obstáculo também para os felinos.

Acidentes são mais frequentes com os filhotes

O médico veterinário, Luís Gustavo Larizzatti, da Clínica Zooflora, de Florianópolis, afirma que os acidentes envolvendo choques com vidros são mais frequentes em filhotes, já que não estão tão habituados quanto os adultos à existência desta barreira transparente. “Os casos se tornam mais comuns quando há fogos de artifício, pois os cães ficam muito assustados e surge o instinto de fuga”, destaca.


Ele explica que estes acidentes podem causar sérios problemas à saúde do animal tais como sangramento nasal, fratura dos dentes incisivos (da frente) e - dependendo da intensidade -, fratura de mandíbula e lesão na coluna, principalmente no pescoço. Outro risco em cães muito pequenos é que ocorra traumatismo craniano, podendo ocorrer inclusive convulsão.


“Mas os tutores não precisam se alarmar pois nem todos os casos são assim tão graves e necessitam de atendimento”, afirma Larizzatti. Ele orienta que a procura pelo veterinário deve ser feita caso ocorra sangramento, dor intensa, dificuldade de locomoção ou convulsão. “A colocação de uma faixa de segurança adesiva no vidro é uma ideia realmente interessante para evitar que estes problemas aconteçam”, aconselha.

A Coleção Faixa de Segurança Adesiva para Vidro Amiga dos Pets conta com 20 modelos, sendo 19 para cães e uma para gatos, quase todas com ilustrações inspiradas nos animais de estimação. Eloiza salienta que o produto pode ser usado também como faixa de segurança para vidros para seres humanos: “Para isso, basta instalar a faixa em uma altura superior, que permita a visualização pelas pessoas”, esclarece.


Além de serem indicadas para residências, as faixas de segurança adesivas para vidro pets podem ser aplicadas em outros ambientes onde há circulação de animais, tais como condomínios, lojas e pet shops.


Para homenagear o trabalho do Bredog, uma das faixas de segurança disponível na loja virtual leva as fotos dos cães que estão ou já estiveram para adoção na entidade. As fotos foram produzidas pela fotógrafa Erieles Pires, especializada em pets, numa parceria voluntária com a Película Chic.

Susto e preocupação para os tutores

A empresária Luiza Helena Schaeffer passou pela experiência de ter o animal de estimação vítima de choque contra vidro. Ela conta que aconteceu com o seu cãozinho John, da raça Chihuahua. “Foi tudo muito rápido. Minha mãe fechou a porta de blindex, que separa a sala do terraço, e ele não percebeu. Correu com tudo e se chocou. Levamos um grande susto”, lembra. Ela não chegou a levar o cão para o veterinário pois em poucos minutos ele já estava recuperado.

Luiza Helena Schaeffer

Situação parecida enfrentou o autônomo Benjamin Lino da Silva Neto, com a vira-lata Mel, que havia sido recém resgatada por ele. “Ela era grande e muito agitada. Estava comigo há apenas um mês quando um dia atravessou a porta que separava a sala do quintal. Sofreu um corte na pata. Só não foi pior porque ela tinha o pelo bem grosso e o vidro não era muito resistente”,lembra. Mel foi adotada e hoje vive em Portugal. “Fico feliz em saber que criaram uma faixa adesiva pensando nos pets”.


O conteúdo que interessa por Douglas Ferreira e Hugo Alencar. Estilo de Vida; Mindfullness; Arquitetura; Gastronomia; Entretenimento; Moda; Cultura e Tecnologia.

 

A revista Jurerê é hipersegmentada para o público de alto padrão.

logo-hd-png.png
ed14site.jpg

Clique na capa para fazer o

download da edição desejada e boa leitura!

capa-media.jpg
capa12site.jpg
ED11mini.jpg
ED10-capa-web.jpg
JM9low.jpg